Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 100 - 9/5/2005

CAMPEÕES DA SEMANA
Os mais lidos entre 1 e 7/5

1) Roberto Carlos e a Religião - 362
2) O Trabalho na Música Popular Brasileira - 177
3) Bachianas Brasileiras - 147
4) Festas de Arromba do Samba - 117
5) Carnaval e Comunicação no Morro da Mangueira - 89

MAIS LIDOS DE ABRIL

1) Roberto Carlos e a Religião - 1486
2) O Trabalho na Música Popular Brasileira - 674
3) Mistura e Manda nº 45 - 612
4) Charges - 609
5) Artigos - 534
6) Bachianas Brasileiras - 524
7) Dicas - 458
8) Carnaval e Comunicação no Morro da Mangueira - 441
9) Festas de Arromba do Samba - 405
10) Palco - 326

Obs: em número de acessos
Cem!

Como vocês podem ler acima à direita, este é o Mistura e Manda100!!! Uau! 100 dúvida é uma marca importante, ainda mais numa mídia como a internet, onde nem sempre as boas iniciativas alcançam a continuidade desejada. Puxa, são 100 100anas, digo, semanas, quase dois anos! (O 2º aniversário do MM é em 9 de junho.)

Para comemorar, julgamos oportuno começar a dividir com vocês semanalmente alguns dados sobre o que é mais lido aqui no Brasileirinho. Doravante, a caixinha à direita vai trazer duas listas, sendo uma delas com o que foi mais lido durante a semana.

(Fabio Gomes)
***

Novidades no Brasileirinho

Entrou no ar na segunda, 2, o artigo Simone - Tô Voltando, em que Vera Barbosa comenta o show Baiana da Gema. O texto já se encontra também no blog Outras Palavras - MPB, mantido por Vera. Sobre o texto que entrou no ar no domingo, 8, Sob Fogo Cruzado, leia mais abaixo.

***
Nova plenária do Fórum de Música do RS

A coordenação do Fórum Permanente de Música do RS - Cláudio Levitan, Pedro Figueiredo, Leandro Maia, Moysés Lopes e Álvaro Santi - convocou nova reunião da classe musical gaúcha, na segunda, 9, no Santander Cultural (Praça da Alfândega, Porto Alegre), a partir das 18h30. Na pauta, o relato da participação dos delegados do Fórum-RS no encontro com o Ministério da Cultura (MinC) em Brasília, nos dias 11 a 13 de abril.

O encontro de Brasília também aprovou a realização de um Dia Nacional da Mobilização Musical, com shows em todo o país, procurando obter apoio da população para a causa, com especial enfoque na questão da OMB. O Dia de Mobilização pode ser em 21 de junho ou 12 de agosto - à parte esta indefinição, o Fórum-RS já começa a preparar a produção do evento em Porto Alegre e, se possível, em cidades do interior.

Os músicos também pretendem se articular para participar da melhor forma possível das reuniões temáticas mensais acertadas com o MinC. A primeira, sobre Formação, acontece no dia 31, sendo precedida de uma videoconferência no dia 18.

(F. G.)

***

Festa de jongo comemora Dia dos Pretos Velhos

Grande festa no Quilombo São José, em Valença (RJ), comemora no sábado, 14, o Dia dos Pretos Velhos. A programação inicia às 10h com missa afro ao ar livre, seguida de feijoada (12h30). À tarde, o grupo Juventude e Raça do Quilombo abre os trabalhos musicais às 14h30, sendo seguido por Capoeira Angola, maculelê e samba-de-roda da Associação de Capoeira Terra Firme com Mestre Hulk e mestre Tóta (15h) e Fado de Quissamã (15h30), Às 16h, ocorre o lançamento do CD-livro do Jongo do Quilombo São José. E a festa não pára: o Jongo de Pinheiral se apresenta às 16h30, seguido pelo Jongo de Quissamã (17h) e o anfitrião Jongo do Quilombo São José (17h30). A importante e necessária confraternização entre os grupos tem lugar às 18h. Uma hora depois, a matriarca da comunidade Mãe Tetê benze a fogueira. Esta parte da programação encerra com a homenagem aos Pretos-Velhos às 19h30.

Em seguida, começa a Roda de Jongo na beira da fogueira com a participação de todos os presentes. Virando a noite, o Baile de Calango com a Dança do Calango Rodado, começando às 21h e intercalado com Roda de Jongo na fogueira até o sol raiar. Entre uma coisa e outra, Luciane Menezes e Companhia Brasil Mestiço fazem show às 22h30. Ah, durante toda a noite barraquinhas venderão comidas típicas e artesanatos do local e serão assadas batatas na fogueira. Na manhã do domingo, 15, estão programados o café da manhã às 8h e um jogo de futebol às 9h. O encerramento oficial da festa é ao meio-dia.

A Associação Brasil Mestiço coloca à disposição dos interessados dois ônibus para Valença, ambos saindo da Fundição Progresso (Lapa), no Rio de Janeiro. Você pode escolher sair às 6h ou às 8 da manhã de sábado do Rio, o que determina o valor da viagem é o horário da volta: quem sair de Valença às 20h de sábado paga R$ 30; quem ficar até o meio-dia de domingo paga R$ 40. O ideal é antes de fazer o depósito verificar com a Associação (pelo fone 21- 3852-0043 ou 21-3852-0053) se há lugar disponível, pois não está prevista devolução do valor. Havendo lugar, escolha seu horário de retorno e deposite em nome de Luciane Menezes na Caixa Econômica Federal, agência 0995, operação 013, conta nº 01444958-0. Depois envie fax para 21 2507-4460 com o comprovante do depósito, nome(s) do(s) passageiro(s), horário de saída, nome e e-mail para confirmação.

Para quem quiser ir de carro: o Quilombo da Fazenda São Jose fica a duas horas e meia de carro do centro do Rio de Janeiro. Deve-se seguir pela estrada Rio - SP, entrar na saída para Piraí - Barra do Piraí e atravessar Barra do Piraí em direção a Valença. Após o trevo seguir em direção a cidade de Conservatória (entrar à esquerda para Conservatória e não à direita para Valença), atravessar a cidade de Conservatória e subir a Serra da Beleza (por estrada de barro). Após a 4º ponte, no Km 18 da estrada de barro, virar à esquerda na entrada da Fazenda São José e seguir mais 6 km por essa estrada de barro secundária atravessando 3 porteiras e pronto...você chegou ao Quilombo da Fazenda São José da Serra!

Quem for passar a noite deve levar agasalho. Você pode acampar ou levar cobertor, saco de dormir e/ou colchonete para dormir na escola que foi colocada à disposição para o descanso do grupo.

(F. G.)

***

Sob Fogo Cruzado

Este é o título do texto que publicamos no domingo, 8. Trata-se de uma versão condensada da tese Sob o fogo cruzado das campanhas: ambientalismo, comunicação e agricultura familiar na prevenção ao fogo acidental na Amazônia, de autoria da professora Luciana Miranda Costa, premiado em 11 de abril com o 2º lugar na categoria tese de doutorado no concurso PRÊMIO NAEA TESES/DISSERTAÇÕES 2004, promovido pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará (NAEA/UFPA). O Dr. Daniel Curtis Nepstad (NAEA/UFPA, Universidade de Yale e Woods Hole Research Center) foi o orientador de Luciana, que cursou o doutorado no NAEA e junto ao Woods Hole Research Center e Indiana University (USA), na modalidade “bolsa de doutorado sanduíche”. A pesquisa recebeu o apoio financeiro e institucional da UFPA, Capes, WWF, IEB e IPAM.

Na tese, Luciana desenvolve o tema de que a ineficácia das campanhas de combate a incêndios florestais na Amazônia (o número de focos de calor não diminui, apesar dos esforços do governo) pode ter como causa problemas de comunicação. Os órgãos que elaboram as campanhas partiriam de pressupostos equivocados ao elaborar suas peças de campanha, o que impede que a mensagem atinja satisforiamente o público-alvo. Na versão que publicamos, Luciana aborda especificamente as cartilhas que adotam a linguagem das histórias em quadrinhos.

(F. G.)

***

Prêmio SESC/SATED para melhores do teatro mineiro

Começa na terça, 10, a votação para escolha dos vencedores do prêmio SESC/SATED, a mais importante premiação para os profissionais de Artes Cênicas e Dança de Minas Gerais. Em 2005, o prêmio chega a seu 10º ano consecutivo.

Os premiados são escolhidos pela própria classe artística, que pode votar na sede do Sated (Rua da Bahia, 1148/sala 1910, Centro, Belo Horizonte) até o dia 17. A entrega do Prêmio será na quarta, 18, às 20 horas, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

Para conhecer a lista dos indicados, clique aqui.

(F. G.)

***

Segunda Reunião da Comissão de Carnaval de Belo Horizonte

Em reunião na terça, 3 de maio, a Comissão de Carnaval de Belo Horizonte decidiu que as agremiações não contarão com verbas doadas pela Prefeitura. Uma premiação será estudada posteriormente. Essa premiação atingirá os três primeiros lugares entre as Escolas de Samba, e os três primeiros lugares entre os Blocos Caricatos.

No sábado de Carnaval, desfilarão os Blocos Caricatos. No domingo e na Segunda, as Escolas de Samba. A terça pode ter desfiles (em aberto) e Baile Popular. Os temas serão de livre escolha de cada agremiação e os regulamentos serão formatados pelos representantes de cada segmento do carnaval.

IMPORTANTE: As agremiações que queiram participar do Carnaval 2006 terão até o dia 31 de maio para apresentar à Belotur os documentos necessários: CNPJ, Estatuto Registrado, Ata de Fundação da entidade Registrada, Ata de posse da atual diretoria registrada, cópia da CI e comprovante de residência do responsável jurídico e financeiro.

(Mestre Affonso)

Copyright © 2005. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.