Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 137 - 8/5/2006

Cursos no Teatro Hebraica

Vocês devem ter notado uma alteração na página principal do Brasileirinho a partir da quarta, 3: as charges que se alternam deram lugar à divulgação dos cursos que iremos realizar no Teatro Hebraica (Porto Alegre), no período de 9/5 a 9/6. Ou seja, é por uma excelente causa.

Foi a melhor forma que encontramos para que os interessados localizem imediatamente a informação, também incluída nos locais normais - a Agenda de Cursos e as Dicas. Semelhante solução foi também adotada no site Jornalismo Cultural.

(Fabio Gomes)

* * *

Homenagem aos Pretos Velhos no Quilombo São José

No sábado, 13, o Quilombo São José (Valença, RJ), sedia a Festa de Jongo em Homenagem aos Pretos Velhos. Todas as atividades programadas são grátis. O Quilombo é uma comunidade de 200 negros da mesma família que preservam a umbanda, o calango, o terço de São Gonçalo, a medicina natural, rezas e benzenduras, a agricultura familiar e o jongo, dança de roda trazida de Angola para a região Sudeste do Brasil pelos africanos.

A festa inicia no sábado, 13, com missa afro ao ar livre (10h), seguida de feijoada em beneficio da comunidade (11h30; único item com pagamento à parte), e as apresentações de Capoeira Angola, Maculelê e Samba de roda (14h30), Jongo do Quilombo São José (15h), Jongo de Barra do Piraí (15h30), Jongo de Pinheiral (16h) e Jongo de Campinas (16h30), culminando esta parte no rodão de confraternização entre os grupos (17h). Após a Folia de Reis de Valença (19h), a matriarca da comunidade Mãe Terezinha abençoará a fogueira às 20h.

A homenagem aos pretos velhos propriamente dita vem logo a seguir, com o início da Roda de Jongo na beira da fogueira com a participação de todos os presentes; a partir das 22h de sábado, o Baile de Calango será intercalado com Roda de Jongo na fogueira até o sol raiar (por volta das 7h da manhã de domingo. Durante toda a noite barraquinhas venderão comidas típicas e artesanatos do local e serão assadas batatas na fogueira, e às 22h30 está previsto show com a cantora Luciane Menezes e Companhia Brasil Mestiço.

Já no domingo, 14h, após o café da manhã às 8h, acontece um jogo de futebol (9h), passando após ao encerramento da festa à tarde.

Para chegar a Valença, haverá dois ônibus saindo às 8 horas da manhã do sábado em ponto da Fundição Progresso, Lapa (Rio de Janeiro). Um dos ônibus retorna de Valença no mesmo dia, às 20 horas e o outro na manhã de domingo. As reservas devem ser feitas pelos telefones 21-3825-0053 ou 21-3852-0043.

Indo de carro, há duas opções. Em ambas, o tempo de percurso do centro do Rio ao Quilombo é de cerca de 2h30.

1ª - Pegar a Via Dutra, subir a Serra das Araras, entrar à direita para Volta Redonda e cruzar esta cidade em direção ao bairro. Pegar então a estrada nova de asfalto em direção a cidade de Santa Isabel; chegando ali, cruzá-la em direção à serra, pela estrada de barro que vai para Conservatória. Você estará a 20 minutos do Quilombo São José. Pegue a serra em direção a Conservatória e dentro de 10 minutos você verá a placa "QUILOMBO SÃO JOSÉ" . É só pegar à direita mais 10 minutos de estrada de terra e pronto, você chegou!!!!

2ª - Pegar a estrada Rio-SP, entrar na saída para Piraí - Barra do Piraí e atravessar Barra do Piraí em direção a Valença. Após o trevo, seguir em direção à cidade de Conservatória (atenção, entrar à esquerda para Conservatória e não à direita para Valença!). Atravessar a cidade de Conservatória e subir a Serra da Beleza pela estrada de barro. Após a 4ª ponte, no 18º Km da estrada de barro, virar à esquerda na entrada da Fazenda São José e seguir mais 6 km por essa estrada de barro secundária; atravessando 3 porteiras, você chegou ao Quilombo da Fazenda São José da Serra!!!!

Para hospedagem no Quilombo, existe ali área para acampar, além de pousadas próximas nas cidades vizinhas de Conservatória e Santa Isabel.

Outras informações, procure a Associação Brasil Mestiço (21-3852-0053 e 21-3852-0043 - [email protected]) ou a Associação do Quilombo São José (24-9949-1422 e 24-9291-2631).

* * *

Brasileirinho participa de projeto educacional do Rio de Janeiro

Recentemente, aceitamos convite do projeto educacional Século XX1, desenvolvido pela empresa Multirio para a Prefeitura do Rio de Janeiro. O projeto prevê a distribuição de CD-Roms com textos sobre cultura popular brasileira em escolas de Ensino Fundamental e a criação de um site disponibilizando o mesmo conteúdo na web.

Do site Brasileirinho, foram selecionados os artigos A grande família itinerante - um caso de samba, de Maria Albers; Cadê o samba que tava aqui?, de Felipe Azevedo; Samba: origens, transformações e indústria cultural (1916-1940), de Giovana Papini; Samba de matuto, de Bernardo Alves; e a entrevista Bate-papo com Monarco, de Fabio Gomes.

(F.G.)

* * *

Fórum Nacional de Música apóia regionalização da cultura

Nos dias 18 e 19 de abril, os músicos Tibério Gaspar, Sandra de Sá e Eduardo Camenietzki (RJ), Renio Quintas, Alexandra Capone e Ruy Godinho (DF), Delcyone Magalhães e Du Oliveira (GO) e Natinho (PR), representando o Fórum Nacional de Música (FNM), estiveram em Brasília. No primeiro dia, apoiaram o ato pela aprovação do Projeto de Lei Complementar 59/03. De autoria da deputada Jandira Feghali (RJ), o projeto prevê a regionalização da produção artística, cultural e jornalística. Na ocasião, o FNM se pronunciou pelo repúdio à expulsão de Camenietzki da Ordem dos Músicos do Brasil (OMB). Em seguida, foram recebidos, junto com Jandira Feghali e a Frente Parlamentar Mista de Cinema, pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil, dando conta da importância do projeto de lei 59 no aumento de oferta de trabalho em todas as áreas envolvidas, e entregando ao ministro um abaixo-assinado solicitando a alteração do sistema eleitoral da OMB, entre outras providências. As irregularidades apontadas pelo FNM na OMB foram também denunciadas à Procuradoria-Geral da República.

Já no dia 19, com os músicos Roberto Frejat e João Bani (RJ) reforçando a delegação, o FNM esteve na reunião extraordinária da Frente Parlamentar de Cultura, presidida pela deputada Raquel Teixeira (GO), entregando as propostas do Fórum referentes à OMB e relações trabalhistas, e recebendo o apoio da Frente, integrada por 122 Parlamentares, e que considera o FNM o único interlocutor do coletivo dos músicos brasileiros diante do Congresso Nacional. O convite formulado pelos deputados Gustavo Fruet (PR) e Chico Alencar (RJ), para que o FNM participasse de um um seminário sobre as demandas da Cadeia Produtiva da Música foi aceito imediatamente.

(F.G.)

* * *

Rádio Cabeça

"Ela Faz Cinema" (Chico Buarque) Chico Buarque, CD Carioca (Biscoito Fino, 2006)

(F.G.)

Copyright © 2006. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.