Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 153 - 3/1/2007

Feliz 2007!

Agradecemos e retribuímos as novas mensagens de Boas Festas que recebemos de nosso leitor Alfredo Vivalda (Montevideo, Uruguay), da jornalista Dinorah Araújo, da compositora e pianista Dulce Auriemo, do Grupo Cuidado Que Mancha, do bandolinista Luis Barcelos, da atriz Mirna Spritzer, da cantora Thaís Motta, da atriz Viviane Juguero, da artista plástica Zoravia Bettiol, da Academia Brasileira de Música, Casa de Cultura Mario Quintana, Insite Soluções Internet, Jornal Fala Brasil, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul, Scudo Produções e Teatro do Sesi.

(Fabio Gomes)

* * *

Aviso

Não renovamos o aluguel da caixa postal que tínhamos em Porto Alegre, que era anunciada nas páginas de Fale Conosco e Quem Somos.

(F. G.)

* * *

João de Barro (1907-2006)

Esta edição do Mistura e Manda é dedicada à memória de Carlos Alberto Ferreira Braga, o João de Barro, que no domingo, 24, foi se juntar no céu a seus antigos companheiros de Bando de Tangarás (Almirante, Henrique Brito, Álvaro Miranda e Noel Rosa) e seus parceiros, dentre os quais destaco Pixinguinha, Lamartine Babo e Alberto Ribeiro (a parceria, iniciada em 1935, durou mais de vinte anos, o que é raro na música brasileira).

Leia mais sobre João de Barro no Brasileirinho:

- Braguinha ou João de Barro? - Mistura e Manda 26

- Reciclagem musical: "Pastorinhas" - Mistura e Manda 71

- "Brasileirinho", o Choro (lembrando o papel decisivo de João de Barro em lançar Waldir Azevedo)

- Continuações (de "Linda Mimi" a "Cadê Mimi?") - Mistura e Manda 19

- Primavera musical ("Primavera no Rio") - Mistura e Manda 68

- Foi seu Cabral ("Viva o Cabral") - Mistura e Manda 45

- Filme Alô, Alô, Carnaval (onde, além de compor boa parte da trilha sonora, João de Barro foi um dos argumentistas, ao lado de Alberto Ribeiro) - Mistura e Manda 18

(F. G.)

Copyright © 2006. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.