Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 160 - 19/4/2007

Novidades no Brasileirinho

Colocamos no ar na terça, 17, um novo seminário do Projeto Brasileirinho. Desta vez, os estudantes do Colégio Vicente Jannuzzi debateram a fé retratada nas músicas do CD Brasileirinho dedicadas aos Santos de Devoção: Santo Antônio, São João e São Jorge. Leia o resultado dos debates em Santos de Devoção (Verdades Reveladas e Verdades Alcançadas).

Ainda falando de fé: recebemos dois (sic) textos da aluna Caroline Lima de Albuquerque, que incluímos na página em que publicamos os trabalhos sobre o tema É Sagrado para Mim....

(Fabio Gomes)

***

Carta aberta à população de São Paulo

Venho a público em nome da comunidade da Escola de Samba Vai-Vai, manifestar indignação com o que chamamos de intolerância sócio-racial que estamos sofrendo por parte de algumas pessoas que infelizmente desconhecem a importância das agremiações carnavalescas no processo cultural do nosso país.

Estamos sendo alvo de agressões morais e de manifestações que ferem o nosso direito de preservar nossa história e de nos manter-nos no bairro da Bela Vista (Bixiga!), onde há 77 anos fincamos raiz.

Poucos sabem, mas o espaço que hoje está localizada a sede, Rua São Vicente, 276, e nos foi cedido em 1974 pela Prefeitura, realizamos diversas atividades na área Social, como por exemplo :

1) PROJETO BARRACÃO DA SECRETARIA DE CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO E PROJETO VAI-VAI BRASIL com cursos de Bateria Mirim, Capoeira, aulas de inglês, espanhol;

2) PROGRAMA VIVA LEITE DA SECRETARIA DE AGRICULTURA onde atendemos mais de 100 famílias;

3) CAMPANHAS DE VACINAÇÃO, CAMPANHAS DE PREVENÇÃO DA CATARATA;

4) Além de uma Biblioteca Comunitária como parte integrante do PROJETO SÃO PAULO UM ESTADO DE LEITORES também da Secretaria de Estado da Cultura.

Temos visto pela televisão que pessoas que residem perto do aeroporto ou perto de favelas e também se incomodam com a situação, porém cabe lembrar que o aeroporto e a favela também já estavam lá.

Existem reclamações sobre os ensaios, que de setembro a fevereiro terminam às 22h30 conforme combinado com Subprefeitura da Sé.

Mesmo que cause incômodos, nada justifica a divulgação por meio da internet de afirmações racistas e mentirosas. A intolerância sócio-racial que nos referimos é comprovada pelo Site YouTube onde um vídeo, com trilha sonora, nos acusa de ladrões, entre outras coisas.

Diante desta atitude preconceituosa que nos remete a páginas tenebrosas da história mundial e da própria história brasileira só nos resta pedir que sejamos reconhecidos como uma entidade de interesse Sócio-Cultural e porque não dizer de Utilidade Pública.

A historia do bairro do Bixiga se mistura, se confunde com a história do Vai-Vai; o nosso bairro está para São Paulo assim como o Pelourinho está para a Bahia e a Lapa para o Rio de Janeiro.

Só mesmo na cabeça nazi-fascista de certas pessoas passa a idéia de que será fácil se livrar de uma INSTITUIÇAÕ septuagenária que sempre contribuiu de forma cívica e social para elevar o nome da nossa Cidade que injustamente foi chamada de "TÚMULO DO SAMBA".

Não podemos aceitar que em pleno século 21, pensamentos e atitudes como estas de nossos "vizinhos" que felizmente são uma minoria (graças a Deus) possam destruir uma bonita história escrita a quase oitenta anos.

Thobias da Vai-Vai
Presidente

***

A Barca lança a Coleção Turista Aprendiz

No Mistura e Manda nº 77, noticiamos que o grupo paulistano A Barca viajaria para vários estados do Norte, Nordeste e Sudeste, gravando e tocando com grupos de cultura popular destas regiões - um trabalho louvável tanto pelo caráter de intercâmbio quanto pelo registro audiovisual, que para vários grupos era a primeira vez que acontecia.

O resultado deste trabalho chega ao público nesta sexta, 20, com o show Trilha, Toada e Trupé, que A Barca apresenta em São Paulo no Auditório Ibirapuera (Junto ao Parque - informações 11-5908-4299), a partir das 21h (ingressos a R$ 30). O maranhense Humberto de Maracanã divide o palco com A Barca tanto na sexta quanto nas reapresentações dos dias 21 e 22 às 20h30. Outros convidados são: na sexta, o Bumba Boi Brilho da Sociedade (de Cururupu, MA); no sábado, a Irmandade do Rosário de Justinópolis (de Ribeirão das Neves, MG); e domingo, Redandá (de Cipó Guaçu, SP).

Quer mais? Tem: integra a programação de lançamento a exibição do documentário 7 Curtas, no Museu AfroBrasil (Teatro Ruth de Souza), às 15h dos dias 21 e 22/4, com entrada franca.

(F. G.)

Copyright © 2007. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.