Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 185 - 6/7/2008

Novidades na Rádio Brasileirinho

No sábado, 5, entraram na página da Rádio Brasileirinho cinco músicas gravadas pelo Grupo Eware (pronuncia-se "Evaré"). O grupo é formado por Netinho, Genário e Irandy, índios da etnia Tykuna que vivem na aldeia Umariaçu, próxima a Tabatinga (AM). Soubemos da existência do grupo através de uma notícia publicada no site G1 em 23 de março ("Índios da Amazônia fazem clipe e querem divulgar música na web"), e buscamos contato com Netinho, líder do grupo, colocando o site à disposição para veicular o repertório do Eware, que interpreta cumbia, forró e dance.

A outra novidade é uma mudança técnica em relação a áudios que já estavam na página. Também no dia 5, finalmente solucionamos um problema relacionado ao tamanho do arquivo do quadro "Roda", homenageando Nelson Cavaquinho. O áudio era hospedado no eSnips, e não no MP3Tube, devido a sua duração, pois tem mais de 20 minutos. Infelizmente o eSnips nem sempre funciona a contento. A solução foi dividir o quadro em 3 partes, resultando em arquivos mais leves e publicáveis no MP3 Tube - ouça aqui o resultado.

(Fabio Gomes)

***

As flores em vida a Mestre Affonso

Já que falamos em Nelson Cavaquinho, queremos contar a vocês sobre importante iniciativa do site TONOSAMBA.COM, dando "as flores em vida" a nosso amigo e colaborador Mestre Affonso. O site mineiro criou o TROFÉU MESTRE AFFONSO TONOSAMBA.COM. O troféu se constitui numa entrega espontânea, sem evento específico a ser marcado previamente, com o intuito de homenagear quem merece - muitas vezes, pessoas com toda uma história de luta pelo samba e sem o devido reconhecimento ou mesmo espaço nos meios de comunicação-, além de pretender premiar ações de valorização das matrizes culturais.

Com a palavra, Sheilla Matias e Emerson Augusto, do Tonosamba.com:

- A premiação recebe este nome, em homenagem a este profissional que é um exemplo vivo e tem por excelência a representação do movimento do samba em nossa cidade. O Mestre Affonso é um dos ícones vivos do samba mineiro, e nós somos jovens neste cenário. Há três anos registrando através de fotos e presentes nos bastidores, percebemos vários aspectos positivos mas também ruins, que nos levaram à frase que já é proferida neste seguimento e a qual nos deparamos "POR QUE O SAMBA MINEIRO NÃO VAI PARA FRENTE?" Percebemos que um dos motivos é a falta de respeito mútuo entre as pessoas do meio, em todos os níveis (os veteranos, os novos de caminhada, as casas, empresários, imprensa, etc.). O respeito na vida vem da consideração pela experiência, pela reverência dada ao que construiu uma história e pelo reconhecimento que de algo bom está por vir. Nas artes, isso também se espelha e no cenário cultural mais ainda. Nesta trajetória, vimos uma pessoa que realmente dá o exemplo de respeito, MESTRE AFFONSO, seja apoiando, criticando, brigando ou elogiando, ele é sempre um exemplo de respeito. O nosso trabalho é difícil e sem apoio o desenvolvimento dele seria inviável. Crescer e ser reconhecido por profissionais consagrados como Mestre Affonso e Leci Brandão (hoje madrinha do site TONOSAMBA.COM) nos deixa orgulhosos por acreditarmos trilhar no caminho certo, do respeito ao próximo e a reconhecer quando um trabalho dá bons frutos. Por isso queremos, através desta premiação, expressar a nossa gratidão às pessoas do meio do Samba, aos que criticam ou elogiam, não por querermos fazer média, mas sim para mostrar que com um gesto simples, podemos mudar consciência e opinião, a exemplo de Mestre Affonso.

(F.G.)

***

Cantoras da Lapa

Quase sempre, quando um CD tem um intérprete por faixa, é uma coletânea, que pode ser temática ou em homenagem a algum compositor muito famoso. Podemos considerar que o uso desse formato para lançar músicas inéditas de um compositor sem destaque na mídia é uma ousadia.

Quem teve esta ousadia foi o poeta Ricardo Brito. Apaixonado pelo samba, entregou suas letras a compositores como Ito Moreno (seu parceiro em "Quisera", "Mundo Pequeno", "Mais pra cá" e "Coração batuqueiro") e Alberto Rosenblit ("Quero ver você feliz"). Outros parceiros também assumiram os arranjos - casos de Alceu Maia ("Feitiço do tempo" e "O longe não existe") e Fernando Carvalho ("Carioca da gema", "Agora é tarde" e "Ainda vai chegar o dia"). Com estas dez músicas, exaltando a boemia, a Lapa e o amor, Ricardo chamou dez cantoras - Ana Costa, Aninha Portal, Camila Costa, Dorina, Elisa Addor, Magali, Marcia Lima, Telma Tavares, Verônica Ferriani e Vika Barcellos -, gerando assim o CD As cantoras da Lapa - Encantos do Samba, lançado em maio de 2007 no Carioca da Gema, em plena Lapa, como convinha. O CD pode ser adquirido nos sites Tratore (www.tratore.com.br) e Livraria Saraiva (www.saraiva.com.br).

No vídeo acima, Ricardo Brito faz breve apresentação de Camila Costa, que canta em seguida "Carioca da gema", no dia do lançamento na casa de mesmo nome.

(F.G.)

Copyright © 2008. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.