Misture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 76 - 22/11/2004

Novidades no Brasileirinho

Quem estranhou o sumiço do link sobre os Clubes do Choro do Brasil na principal não precisa se preocupar. Ele agora pode ser acessado a partir da página do Clube do Choro de Porto Alegre, sob o título de Outros Clubes do Choro do Brasil.

(Fabio Gomes)

***

Noite do Brasileirinho

A grande novidade é a Noite do Brasileirinho, evento que inicia nesta segunda, 22, no Kant - Bar de Filosofia de Bar (Galeria Coruja de Minerva - Rua Cel. Neves, 150, Medianeira, Porto Alegre - 51-3235-2803). A convite da direção da casa, o editor do Brasileirinho, o jornalista Fabio Gomes, elaborou uma programação que apresenta ao público da capital gaúcha artistas cujo trabalho apresenta as mesmas características do site: sintonia com a tradição, cabeça aberta a informações novas,preocupação com a qualidade e profundo respeito ao público.

Para abrir a série, um presente ao público: a presença do regional do Clube do Choro de Porto Alegre, no dia em que a entidade comemora 15 anos de fundação. As atrações seguintes são: Macambira (29/11) e Bebendo do Samba (6/12), numa homenagem ao Dia Nacional do Samba, que ocorre em 2 de dezembro.

A Noite do Brasileirinho acontece no Kant todas as segundas, sempre a partir das 20h, com ingressos a R$ 5,00. A programação atualizada está disponível no link Noite do Brasileirinho em nossa página principal.

***

Troféu Samba na Rua

A UESP (União das Escolas de Samba Paulistanas) abriu as inscrições para o concurso que vai eleger o desenho que será transformado no Troféu Samba na Rua 2005. O prêmio extra-oficial será entregue para os melhores foliões dos desfiles organizados pela entidade na cidade de São Paulo para os Grupos 1, 2 e 3 de Escolas de Samba e do Grupo 1 de Blocos e Grupo de Blocos Especiais.

Os desenhos devem ser encaminhados até 26 de novembro para a sede da UESP, que fica na Rua Rui Barbosa, 588, no bairro da Bela Vista, das 10 às 19 horas (informações: 11- 3171-3713). Podem participar carnavalescos, figurinistas, desenhistas, artistas plásticos ou pessoas de todas as idades, envolvidas ou não com agremiações carnavalescas.

Uma comissão escolherá o melhor desenho. O vencedor será anunciado no dia 2 de dezembro, Dia do Samba, e ganhará um troféu personalizado e uma viagem com roteiro nacional, com direito a acompanhante e todas as despesas pagas.

A entrega do Troféu Samba na Rua 2005 acontecerá no dia 28 de fevereiro em uma cerimônia especial. Durante os dias de carnaval um júri composto por personalidades do samba paulistano vai atuar junto às passarelas de desfiles do Carnaval de Bairros e no Sambódromo. Eles estarão apontando os melhores dos quesitos extra-oficiais para a entrega do Troféu Samba na Rua, que são: ala das crianças, samba no pé, criatividade, samba, passista feminino e masculino, ala das baianas e puxador de samba.

(Claudia Alexandre e Cristiane Molina)

***

Festival de corais de BH homenageia Clube da Esquina

O 1º Festival de Corais de Belo Horizonte acertou ao lembrar em 2003 o centenário de um dos maiores compositores brasileiros: Ary Barroso. E o 2º Festival não deixa por menos, celebrando um dos principais movimentos musicais já acontecidos em Minas Gerais: o Clube da Esquina. De 26 a 28 de novembro, diversos corais irão se apresentar gratuitamente em pontos turísticos da capital mineira. Na sexta, 26, às 19h, o Grupo Equale lança no Museu Histórico Abílio Barreto o CD Um Gosto de Sol, com músicas de Milton Nascimento. No sábado, 27, às 10h, haverá encontro de corais simultâneos no Centro de Cultura Belo Horizonte e nas praças Sete, da Liberdade, Tom Jobim e da Savassi; novo encontro acontece na Praça Santa Tereza, seguido de show com convidados especiais em homenagem ao Clube. O domingo, 28, promete: às 10h, na arena da Praça JK, o grupo Encaixa Couro e o Grupo Maracatu cantam clássicos do Clube com participação da platéia. Já às 16h, na Praça da Igrejinha da Pampulha, novo encontro de corais e encerramento com show do 14 Bis em homenagem ao Clube da Esquina.

Paralelamente às apresentações, o Festival oferecerá no sábado, 27, uma mesa-redonda sobre canto coral na Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes (14h) e um bate-papo sobre o Clube da Esquina com a participação de Fernando Brant, Márcio Borges, Murilo Antunes e Ronaldo Bastos, no Espaço Cultural Phoenix da Universidade Fumec (16h). Segundo o maestro Lindomar Gomes, coordenador do Festival, o objetivo é, concomitantemente à homenagem, resgatar o valor do canto coral além das salas de concerto

- As músicas do Clube da Esquina se identificam muito com o canto coral, que erroneamente ainda nos dias atuais é associado à forma clássica do canto europeu. Queremos mostrar que o canto coral está mais próximo da música popular brasileira de qualidade. Além disso, percebemos nas canções do Clube da Esquina a preocupação com o arranjo vocal, o que compactua com o estilo coral desenvolvido no Brasil - afirma o maestro.

Maiores informações sobre o festival pelos fones 31-3425-5625 e 31-9967-5386 e no site www.festivaldecorais.com.br.

(F. G.)

Copyright © 2004. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.