Brasileirinho - PrincipalMisture e Mande

Arquivo

Mistura e Manda

Nº 86 - 31/1/2005

Novidades no Brasileirinho

Findo o Fórum Social Mundial (Porto Alegre, 26 a 31 de janeiro de 2005), as Dicas do Fórum dão lugar na nossa página principal a um link para o Arquivo do Palco.

***

Dicas do Fórum Social Mundial

As leitoras Helen Soares Borges da Silva (São Carlos, SP) e Daniela Cristina de Souza Alves (Porto Alegre, RS) elogiaram a nossa página de Dicas do Fórum, que foram lidas mais de 300 vezes desde novembro até o final do evento.

(Fabio Gomes)

***

Gil e a liberdade criativa

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, participou no sábado, 29, do debate Revolução Digital: Software Livre, liberdade do conhecimento e liberdade de expressão na Sociedade da Informação. Destacou o FSM como ocasião ímpar de encontro de várias tendências de pensamento. Como, porém, o FSM é concentrado em um lugar e dura poucos dias, para tornar permanente o contato das tendências o ideal é o uso de uma ferramenta como a internet. Também são imprescindíveis mudanças na forma como a indústria lida como o direito autoral hoje. Gil comprometeu-se como ministro a levar essas idéias adiante no âmbito do governo. Foi aplaudidérrimo!

O criador da licença Creative Commons, Lawrence Lessig, também integrou a mesa, divertindo a platéia com sua sátira-dublagem ao presidente dos Estados Unidos, George Bush, e ao primeiro-ministro da Inglaterra, Tony Blair.

(F. G.)

***

Só um outro é pouco

Um espectador do Fórum Mundial da Informação e Comunicação, um dos pré-eventos do FSM, ocorrido em Porto Alegre na terça, 25, declarou que não devemos trabalhar com a idéia de um outro mundo é possível, pois sairíamos de um pensamento único para outro pensamento único. O ideal é pensar que outros mundos são possíveis.

(F. G.)

***

Fazer o máximo com um mínimo

Esse foi o exemplo deixado pela advogada Regina Coeli e os demais participantes da oficina Quando o Crioulo Dança. O vídeo de mesmo nome, alusivo ao centenário da Abolição da Escravatura, não pôde ser exibido na sexta, 28, porque a organização do FSM não disponibilizou a TV e o videocassete solicitados. Para não inviabilizar a atividade, Regina leu a descrição das seqüências e resumo das declarações dos entrevistados do vídeo.

(F. G.)

***

Fóruns de músicos debatem no FSM

Representantes dos Fóruns Regionais de Música de São Paulo e do Rio Grande do Sul encontraram-se durante a realização do FSM para afinar suas propostas visando à constituição da Câmara Setorial da área.

(F. G.)

***

Palco: o sucesso

Nosso novo informativo, o Palco, teve 162 leituras em janeiro até o domingo, 30. É importante observar que o dado não se refere a um mês completo, pois o Palco entrou no ar na quarta, 5. Além disso, houve 202 acessos ao Arquivo do Palco e 157 às fotos de peças indicadas. Nunca um informativo nosso começou tão bem.

(F. G.)

***

Mamma África

Pela primeira vez, recebemos um e-mail da África. A leitora Julia de Carmo, de Luanda (Angola), queria saber onde localizar as letras das músicas de Roberto Carlos.

(F. G.)

***

Bezerra lembrado no Planeta

O sambista Bezerra da Silva recebeu algumas homenagens em shows do Planeta Atlântida, realizado na sexta, 28, na praia de Atlântida (RS). Marcelo D2 falou em Bezerra várias vezes durante sua apresentação, na prática dedicando o show a ele. Já o Barão Vermelho cantou "Malandragem, Dá um Tempo" (Adelzonilton - Popular P - Moacir Bombeiro), que o vocalista Frejat entremeou de gritos "Viva Bezerra da Silva!".

(F. G.)

***

45 anos de bateria

Vem chegando o carnaval. Surdos e tamborins explodem em meus ouvidos, são 45 anos dentro da bateria. 27 anos como ritmista, 18 anos dirigindo e formando instrumentistas. Risos e lágrimas formam um painel às vezes confuso em minha cabeça. Confuso porque escapam detalhes, confuso porque a neve do tempo branqueou meus cabelos, confuso pela confusão de às vezes querer esquecer. Mas a bateria, mesmo que eu queira, não pára.

O ritmo é meu mundo, meu consolo e refúgio. O som de uma bateria de escola de samba me leva ao Éden, me conduz ao berço dos antepassados. Por este som perdi um pouco da audição, perdi a compreensão de alguns que me cercam, mas ganhei a formação do espírito. E quando passo pelas ruas e encontro-me com um músico profissional que começou comigo menino, agradeço a Deus, sentindo o orgulho de ter formado um homem, que de outra forma, talvez, só tivesse o caminho da marginalidade.

Com o corpo cansado uma lágrima muda escorre-me pela alma, o dever me chama, é hora de preparar-me para voltar à avenida. E quando chegar a hora não vou parar, é meu destino. Pedindo licença e bênçãos, quero sentar-me ao lado de Cartola, Mestre Marçal, Maria Coador, Gilda Branquinha, Seu China, Paulo da Portela e todos os baluartes que formam a mais linda e formosa escola de samba, a "Unidos do Céu".

(Mestre Affonso)

***

Mautner no Sexta em Verso

O cantor-compositor-escritor Jorge Mautner foi o convidado do Sexta em Verso da sexta, 28, em que a atriz Deborah Finocchiaro e o poeta Mario Pirata lembraram Oswald de Andrade, no Centro Cultural Erico Verissimo (Porto Alegre). Foram lidos vários poemas de Oswald, além dos manifestos dos movimentos Pau-Brasil e Antropófago.

Ao final, o público foi brindado com um mini-show em que Mautner cantou "Todo Errado" à capela; acompanhado de um percussionista, mandou bem em "Maracatu Atômico" (Mautner - Nelson Jacobina) e levantou a platéia com o "Hino do Carnaval Brasileiro" (Lamartine Babo), com a participação especialíssima da atriz Dedy Ricardo sambando lindamente no palco.

(F. G.)

***

Luizão

O Brasil perdeu um dos seus maiores músicos, um dos maiores do mundo. O contrabaixista Luizão Maia faleceu sexta, dia 28, no Japão, às 1h32 da tarde de lá. Choremos.

(Cláudio Jorge)

Copyright © 2005. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais.