Brasileirinho - Principal

Voltar ao Menu - Artigos

 

POR QUE A CAMERATA BRASILEIRA MUDOU DE NOME

Por Fabio Gomes

 

O grupo porto-alegrense conhecido até final de novembro de 2003 como Camerata Alma Brasileira (que vamos chamar nesse texto de Camerata), de Porto Alegre, vem trabalhando já há algum tempo em seu primeiro CD, Deixa Assim. Seu líder, Moysés Lopes, procura focar todos os aspectos que envolvem a carreira de um grupo, e não apenas o musical. No início de novembro de 2003, a designer contratada para cuidar da parte gráfica do CD sugeriu a mudança do logotipo do conjunto - o logo atual deixaria a Camerata "mal identificada", considerou ela após assistir algumas apresentações. Em meio a esse processo, em 13 de novembro Moysés recebeu um e-mail do produtor Kiko Sales, do Alma Brasileira Trio (que será chamado aqui de Trio), de Brasília. Kiko informava a Moysés que o Trio existe desde 1996 e acrescentava:

- Só agora tomei conhecimento do grupo de vocês, e lamento profundamente a infeliz coincidência de existirem dois grupos com praticamente o mesmo nome, já que o Alma Brasileira Trio também é conhecido como Grupo Alma Brasileira. Gostaria, antes de mais nada, de saber qual o posicionamento da Camerata em relação ao ocorrido.

Moysés ouviu as amostras de áudio do Trio (disponíveis em www.almabrasileira.com) e em sua resposta, em 14 de novembro, ao lado de elogios ao trabalho do grupo brasiliense, deixou claro que não compartilhava com Kiko seu pesar:

- Não acho que a existência de dois grupos que possuem a expressão "Alma Brasileira" em seu nome seja uma infeliz coincidência. Talvez, até pelo contrário, possamos explorar juntos esta questão. Quando iniciamos o grupo havíamos adotado o nome "Alma Brasileira", mas de tanto nos chamarem de "Regional Alma Brasileira" (pois nossa formação instrumental lembra a formação dos regionais de choro) resolvemos adotar a palavra "Camerata" na frente. Isto ocorreu logo no início da formação do grupo, e com o tempo a coisa pegou mesmo, tanto que aqui no sul chegamos a receber o apelido carinhoso de "Camerata", pois nosso público - e, por vezes, a imprensa - se refere a nós desta maneira.

A sugestão de Moysés era colocar, em www.almabrasileira.mus.br (domínio registrada pela Camerata), uma página com links para sites dos dois grupos, a atual do Trio e uma com o novo domínio que a Camerata se propunha a registrar.

Paralelamente, a Camerata seguia com a designer o processo de mudança de logotipo, já agora ampliado para realinhamento de identidade do grupo.

A resposta de Kiko, em 21 de novembro, reforçava a tese da semelhança de nomes ser "uma infeliz coincidência, já que o principal elemento que caracteriza os dois grupos é, sem dúvida, 'Alma Brasileira', e não 'Camerata' ou 'Trio', que são apenas designações de formações instrumentais associadas ao nome Alma Brasileira." Kiko acrescentava que, numa busca na internet por "Alma Brasileira", os primeiros links apontam para a Camerata. O produtor finalizava propondo, "da forma mais amigável e civilizada possível, resolver essa delicada questão."

Numa reunião no dia 22, a Camerata expôs à designer a situação de conflito de nome com o Trio, informando-a o que já era consenso do grupo: a mudança de nome, pois, como disse Moysés a Kiko na resposta enviada dia 26, "se vamos trocar de logo e temos problemas com o nome, o melhor é trocar tudo de uma vez, para evitarmos problemas futuros. Até mesmo porque vocês vêm investindo e construindo este nome desde 1996, e nós estamos presentes no mercado há apenas um ano." Apenas a Camerata comunicava ao Trio que, por motivos contratuais, precisa manter ativo por algum tempo o domínio www.almabrasileira.mus.br - pois, informava Moysés, "Como ainda não temos um novo nome, não podemos registrar um novo site." Mas a definição não deve demorar, "até mesmo porque precisamos de um novo nome para botar nosso CD na rua" .

A resposta a Moysés, no dia 27, foi enviada por um dos músicos do Trio, Celso Bastos, manifestando que ele e seus colegas ficaram "muito felizes por tudo ter sido resolvido amigavelmente, e isso se deu graças à hombridade de vocês."

No início de dezembro, os músicos da Camerata, após uma consulta jurídica, optaram por adotar a denominação Camerata Brasileira. O registro de um novo site já foi providenciado.

Copyright © 2003. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais