Brasileirinho - PrincipalVoltar ao Menu

CINCO PERGUNTAS PARA JANDIRA SOUZA DA ROSA

Por Fabio Gomes

 

Entrevista realizada com a integrante do Grupo Bom Partido por e-mail em 26 de fevereiro de 2004

BRASILEIRINHO – Jandira, há quanto tempo você canta com o pessoal do Grupo Bom Partido?

JANDIRA - Canto no Bom Partido desde que foi fundado, há sete anos.

B – Você já tinha um trabalho musical antes do Bom Partido?

J - Não, só tinha a paixão mesmo.

B - Você venceu um concurso cantando samba no Rio de Janeiro. Gostaria que você falasse dessa experiência, como uma catarinense que conseguiu ser respeitada na capital mundial do samba.

J - Foi o 1º Festival de Partideiros, era só partido alto improvisado na hora. Foi muito bom, a gente chega com receio, mas no desenrolar se vê que não tem nehum bicho-papão, e sim sambistas como a gente, embora há de se respeitar toda a estrada deles, e são pessoas muito legais. Pude conhecer a Dorina, Tantinho, Renatinho Partideiro e o grande Mestre Xangô da Mangueira, o patrono do Festival.

B - Certamente sua vitória foi muito comemorada no Manezinho Bar... Fala um pouco do que rola aí nas noites de terça.

J - Na época em 2001, não fazíamos samba no Manezinho, mas comemoramos nas Rodas de Samba, com os amigos, a família, enfim... Foi só festa. Nas terças do Manezinho rola, além de muito samba com convidados, às vezes choro com Adriano no clarinete, ou levamos Seu Lidinho, que dança. Ele é da Velha Guarda da Copa Lord (escola de samba de Florianópolis). Procuramos sempre ter uma surpresa.

B – O Grupo Bom Partido está planejando um CD para breve?

J - Estamos com o pensamento para o final do ano. A intenção é trabalhar bastante para podermos investir no nosso 2º trabalho. Se Deus quiser, vai dar tudo certo.

Copyright © 2004. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais