Brasileirinho - PrincipalVoltar ao Menu

Correspondência

Mensagens recebidas através do nosso e-mail [email protected]

"Alô, Beleza"

Gostaria muito de ter a letra da música "Alô Beleza", de Noel Rosa. Obrigado!

Alex Silva, Ceilândia (DF), 23/1/09

Resposta:

"Alô Beleza" é uma música inédita de Noel Rosa, com melodia perdida. A letra foi conservada por ter sido publicada na revista A Voz do Rádio em 1935. Cordiais saudações, Fabio Gomes

ALÔ BELEZA (Noel Rosa)

Alô beleza
Andas por aqui?
Cada vez mais cada vez...
Cada vez com mais feitiço
Por falar nisso...
Tens alguns [sic] dinheiro aí?

Hoje é moda, meu benzinho
(Eu te digo, com franqueza)
Dar amor, fazer carinho
E pagar sempre a despesa.

"Teu amor e uma choupana"
São palavras sem valor
"Teu amor e muita grana"
Isto sim que é amor.

Entre nós, minha querida,
Já existe intimidade
Deixa algum por despedida
Pra matar minha saudade.

***

Audição comentada

Com que roupa eu vou ao samba que Noel me convidou? Vou com o coração faceiro como numa noite de São João.NOEL é maravilhoso. Obrigada pelo convite. Ouvir as músicas na Rádio Brasileirinho é um verdadeiro presente, um raro presente. Obrigada!

Teresinha Lopes, Porto Alegre, em 13/6/08

***

Cinema

Olá, Fabio.

Sou brasileiro e resido na Itália. Acabei de voltar do Brasil onde fui fazer um filme. Estou precisando de uma informação: tenho que pedir autorização para utilizar como trilha sonora músicas de Noel Rosa em domínio público, cantadas por Aracy de Almeida, Maria Bethânia ou Maria Rita? Isso pra mim ainda não está claro. Espero a tua resposta.

Um abraço, Marcel Cordeiro, cineasta, Milão (Itália), em 15/3/08

Resposta:

Marcel, como vai?

O que passou ao domínio público foram as composições que Noel Rosa fez sozinho ou com parceiros que morreram antes dele. Ao utilizar na trilha de seu filme gravações já existentes dessas músicas, na verdade você estará usando o que a lei denomina "fonogramas". No Brasil, os fonogramas também são protegidos por 70 anos após a data de sua fixação. Portanto, podem ser usadas livremente as gravações que Aracy de Almeida ou quaisquer outros artistas fizeram até 1937 de músicas apenas de Noel Rosa. Gravações realizadas após 1938, mesmo de músicas apenas de Noel, só podem ser usadas em filme com autorização da gravadora, pois são fonogramas protegidos. E para usar gravações de músicas escritas por Noel com parceiros, mesmo que se trate de fonograma liberado (ou seja, gravado até 1937), é necessário a autorização da editora musical, ou diretamente do parceiro ou seu sucessor legal.

Observe que minha resposta se baseia na lei brasileira de Direito Autoral - a Lei nº 9610/98. Caso seu filme seja italiano, ou uma co-produção ítalo-brasileira, é possível que existam outras normas a serem observadas; em qualquer dos casos, é recomendável que você busque formalmente uma assessoria jurídica.

Um abraço do Fabio Gomes, em 15/3/08

***

Cumprimentos

Ótima iniciativa, Fábio.

Janaina Aguillera, produtora de TV, Porto Alegre, em 4/3/08

***

Que máximo, Fabio! Adorei o site. Parabéns pelo belo trabalho!

Carolina Garcia, atriz, Porto Alegre, em 4/3/08

***

Assisti a entrevista sobre o Projeto Noel Rosa no programa Radar - TVE canal 7 - Porto Alegre e achei excelente a tua explanacão e o teu comprometimento com este projeto, pois a cultura Brasileira precisa de pessoas assim como você para divulgar os nossos valores... PARABÉNS

Paulo Roberto dos Santos Alves, Porto Alegre, em 7/5/09

***

 

Rádio

Maravilha irmão, muita gente por aqui entra no seu site que sempre divulgo na Rádio Itatiaia. Fico feliz ao ver que seus passos se alargam a cada dia, levando o conhecimento da nossa música ao nosso povo. Que Deus ilumine cada vez mais as suas estradas.

Mestre Affonso, jornalista e sambista, Belo Horizonte, em 15/6/08

***

Vídeos

Muito legal esse vídeo de Chico Buarque falando de Noel... Parabéns por disponibilizar esse trabalho...

Flabaio, no YouTube, em 16/7/08

***

Sim, parabéns, um documentário raro, e de muito bom gosto e entrevistas de alto nível.

Blajberg, no YouTube, em 31/8/08

***

Demais esse documentário. Parabéns aí!

Amaloko, no YouTube, nov2008

Copyright © 2009. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais