Brasileirinho - Principal

Voltar ao Menu

SARAU 2007

Estes poemas, escritos por estudantes de várias turmas do Colégio Estadual Vicente Jannuzzi (Rio de Janeiro) a partir de músicas gravadas por Maria Bethânia no CD Brasileirinho, foram apresentados no evento Brasileirinho: Sarau de Filosofia e Poesia no Bosque, realizado no bosque da Barra da Tijuca, na tarde de 4 de setembro de 2007, dentro da continuidade ao Projeto Brasileirinho - Os Tons da Aquarela Cultural de nosso País.

EXTRAS

Estes poemas, também apresentados no Sarau, não se inspiram diretamente em canções do CD Brasileirinho

1

Palavras Vivas

(Viviane de Sales - 2001)

Se um sonho
destruir o mundo da poesia...
não se preocupe,
porque sonhar é um poema.

Se uma palavra
desconhecer seu próprio significado...
esconda todos os dicionários,
dane-se.

Se um poeta
desconhecer o valor de suas obras...
deixe-o morrer sem aplausos.

Se uma manhã de chuva
anoitece
quando a tarde cai,
é porque as tempestades
ainda transformam ondas
em gotas
de vinagre...

Viver é uma ilusão,
ando por aí procurando novidades...
preciso de mar,
de árvores,
de sexo,
de poesia,
de palavras vivas,
de mentiras,
de sonhos,
e aplausos..

2

Minha vida

(Amanda Cortes de Carvalho - 1016)

Nasci aqui,
Entre um desembarque e outro,
Já vi de tudo nessa minha vida,
Gente nascer e morrer
Gente comendo restos
Gente sofrendo dor
Gente vendo filhos sofrerem
Já vi gente de todo o jeito:
Negro, mulato, moreno, branco,
Ruivo, gordo, magro, alto, baixo.
E de toda a forma que se
Possa imaginar....
Gente sofrendo sem que ninguém
Possa ajudar,
Mas isso não pode ser nada.
O mais lindo que quero ver
É o amor e a caridade
A cumplicidade que existe
Apesar das dificuldades
Que eu já passei aqui
Posso dizer e agradecer,
Eu sou feliz!!!

1

Jurema

(Tatiane Raíssa - 3006)
inspirada em "Cabocla Jurema" (domínio público.
Adapt: Rosinha de Valença)


Mata inteira
Jurema é planta,
raiz, tronco, semente,
flor, perfume.
Jurema é humana,
mulher, morena, linda.
Consciência, líquido sagrado.
O seu perfume transporta os caboclos.
Os seus pés são cidades. Misteriosa, Jurema reside
no centro da mata virgem.
A raiz de Jurema desperta consciência
e transporta memória,
nossa história, nossa cultura.
Jurema, nossa altura, vontade de viver.
Jurema, poesia imanente,
tombo, iniciação,
imaginação, luz para crescer.
Fotossíntese brasileira
Jurema é companheira, seiva bruta
alimento, luta desta nação:
ontem e hoje,
Jurema é oração!

2

Santo Antônio Querido

(Jéssica Brito de Souza,
Juliana Montenegro,
Jeany da Costa e
Jefferson Vinícius - 1010)
inspirada em "Santo Antônio" (J. Velloso)

Meu querido Santo Antônio
Meu eterno protetor
Guarda-me com carinho,
E eu te cuido com amor.

A tua bandeira de luta
É saúde e casamento
A minha alegria na vida
É saudar-te neste momento.

Quando em festa de junho
Eu vejo o teu cantar,
Sonho ser uma estrelinha
Para sempre te iluminar.

As tuas pegadas claras
São os rastros de meu destino,
A tua novena de cada dia
Me faz outra vez menino!

Hoje é dia de festa
Festa bem brasileira
Vamos saudar Santo Antônio
Mestre da Terra inteira!!!!!

3

Êta São João Faceiro!!!

(Tatiane Xavier - 1009)
inspirada em "São João Xangô Menino" (Caetano Veloso -
Gilberto Gil)


Chegou de mansinho
Faz a festa do mundo inteiro
Quem diria meu Senhor!
Meu São João é redentor!

São João menino,
Que cuida dos amigos,
São João fiel,
Me livra do aluguel!

São João iluminado!
Alegria dos brasileiros,
São João Faceiro
Não tem medo do diabo!

Na festa de São João
Tem tudo que quiser
Só não pode brigar
Por causa de mulher

Que noite maravilhosa
Temos milho e pipoca
Todo mundo feliz
Bate palma e pede bis

E quando a festa acaba
Todos vão embora
Pensando no São João
Do ano que vem
Pai, Filho, Espírito Santo
Ave Maria, Amém!

4

Rosinha, meu bem

(Ana Lúcia Vieira da Silva,
Jaqueline Pineiro de Sousa,
Jefferson Peixoto Cahet,
Lorraine Mathias Vinhatico e
Luciane Brandão de Melo - 1014)
inspirada em "Cigarro de Palha" (Armando Cavalcanti -
Klecius Caldas)


Cavalo ligeiro,
que anda a vagar
existe mulher mais linda
que a rosa do meu cantar?

Com ela vivo feliz
como cantador de violão
caso ela me faltar
morreria de paixão!

Um dia um boiadeiro
me chamou pra viajar,
disse: moço, como irei?
Se a Rosinha me faltar?

Rosinha meu amor
vivo pra te adorar
toda beleza da vida
é que tem no seu olhar

5

Sussuarana...

(Thayane N. Santos - 38)
inspirada em "Sussuarana" (Heckel Tavares -
Luiz Peixoto)


Você que primeiro minhas mãos tocou
Que primeiro meus ouvidos escutou
Falar de amor,
Que primeiro meus lábios beijou
Com amor foi também o primeiro
A fazer nascer em meus olhos uma grande
Lágrima de dor...
Você
que não esquecerei jamais
Você
que me faz sentir o calor de
Um grande amor
Você,
Que me faz sentir o gosto amargo
Da saudade...
Você,
Que me faz sorrir e que me faz chorar
Triste é te procurar e não te encontrar
Mas triste seria se eu nunca tivesse
Amado...

Copyright © 2007. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Brasileirinho para fins comerciais